Frequentemente escutamos que a tecnologia está na palma das nossas mãos, tudo que nós precisamos está ali ao nosso alcance, tudo que queremos está há poucos toques de distância. Mas a questão é: em um mundo onde há tantos sensores capazes de reconhecer nossos corpos, interpretar movimentos e reagir a eles, quando poderemos controlar os drones com o movimentar dos nossos corpos? Pensando nisso o pessoal do CollMot Robotics, com a Nina Kov, criaram um projeto que a proposta é criar uma coreografia o dançarino tenha como parceiro alguns veículos aéreos não tripulados.

Dança com DronesDança com Drones

O nome Nina Kov não é estranho para boa parte das pessoas interessadas por tecnologia, e com certo apreço pelas artes. Ela é uma grandiosa coreografa, dançarina e pesquisadora formada no Reino Unido. Pioneira em danças em que há interação entre humanos e máquinas, criou o primeiro dueto entre um dançarino e um mini-helicóptero. Há muito tempo ela vem trabalhado a esperança e o medo do relacionamento com a tecnologia, e seu uso no dia-a-dia.

Nina KovNina Kov

A equipe CollMot desenvolveu ferramentas que facilitam a interação entre os veículos aéreos não tripulados e os seres humanos, o que tornou possível o projeto dançando com drones. Não mostrando apenas a interação, o projeto vai além e retrata a cooperação entre nós, humanos, que metaforicamente somos os dançarinos e a tecnologia.

Equipe CollMotEquipe CollMot

Este ano eles divulgaram um pequeno vídeo com uma demonstração para mostrar-nos em que pé eles estão com os drones dançarinos, e também como uma resposta para o aumento do interesse internacional de pessoas querendo contribuir com o projeto. Vários comentários surgiram após a divulgação, por exemplo, o pessoal do Writingaboutdance.com disse que o projeto é uma fábula da interação humana com as máquinas. Vale assistir o vídeo divulgado para que todos sejam capazes de tirar suas próprias conclusões, como é válido divulgar para ajudar eles e incentivar os nossos grandes artistas, ainda desconhecidos, a inovar em suas danças e trabalhar em conjunto com as máquinas.

Ao assistir o vídeo algumas pessoas se questionaram sobre como os drones estavam sendo controlados. Chegando a surgir a ideia de que havia pessoas escondidas os controlando de forma, impressionantemente, sincronizada. Mas é possível notar que em uma das mãos o dançarino possui um dispositivo que os controlam, sendo que já foi confirmado pelo Popular Science.